Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

quarta-feira, 5 de maio de 2010

A indicação de Lula pela Time..,,,leia isto em 2050 e saiba o quanto era atrasada a elite brasileira em 2010

Dias atrás li uma frase, não me lembro de quem, afirmando que a elite brasileira não é conservadora e sim atrasada.
Isto é verdade, percebo agora.
Este atraso da elite nacional pode ser constatado diante do comportamento irado ou mesquinho ou medíocre por causa da indicação de Lula, pela Time, como um grande líder.
A notícia caiu como uma bomba de vários megatons sobre as redações das rádios, jornais e telejornais Brasil afora.

O sol de Lula tinha que ser apagado sob pena de provocar sérios danos à campanha de Zé Serra.





Foi quando entrou em cena o twitter de Zé Serra que, incomodado com a indicação, teria telefonado para a revista (Time) e publicado no seu twitter a suposta respota da Time que, por sua vez, teria informado ao tucano que, para alívio de todos, Lula seria um dos 25 líderes mais importantes do planeta e não o número 1.

Ufa!!! A mídia respirou aliviada e a tuitada de Zé Serra foi parar no Jornal Nacional.

Como se vê, o twitter do Zé Serra virou fonte de informação da imprensa nacional.



Parem o mundo que quero descer, pois é o fim da picada considerar a tuitada de Zé Serra, como fonte de informação isenta ou imparcial ou apartidária ou factual e mais importante até mesmo do que este artigo do insuspeito Estadão:

Time aponta Lula como o mais influente do mundo

A revista norte-americana Time colocou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no topo de sua lista das pessoas mais influentes do mundo, divulgada hoje no site da publicação. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aparece em quarto no levantamento, realizado anualmente.

Em texto assinado pelo documentarista norte-americano Michael Moore, a Time qualifica Lula como "um filho legítimo da classe trabalhadora da América Latina" e lembra alguns aspectos de sua trajetória. A reportagem da revista nota que Lula decidiu entrar na política após perder a esposa no oitavo mês de gravidez, junto com o bebê, por não ter como bancar "um serviço médico decente". "Há uma lição aqui para os bilionários do mundo: deixem as pessoas terem um bom sistema de saúde, e elas darão muito menos trabalho para vocês", defendeu a Time.

"O que Lula quer para o Brasil é o que nós costumávamos chamar de Sonho Americano", afirmou Moore.

O ranking da Time é dividido em alguns tópicos e Lula lidera na categoria Líderes (além de ser o primeiro da lista geral). Outros políticos citados entre os líderes são Obama, em 4º, o primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, em 7º, e a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, em 8º lugar.

Entre os "Heróis", o topo ficou para o ex-presidente dos EUA Bill Clinton, elogiado por seu papel como enviado da ONU no Haiti desde 2009.

Entre os artistas, o topo ficou com as mulheres: a escolhida foi a cantora pop Lady Gaga. Em terceiro lugar ficou Kathryn Bigelow, ganhadora do Oscar de melhor filme e melhor direção, pelo filme Guerra ao Terror. Em seguida, aparece a apresentadora Oprah Winfrey. Entre os pensadores, o topo da lista ficou para a arquiteta iraquiana Zaha Hadid.

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,time-aponta-lula-como-o-mais-influente-do-mundo,544644,0.htm


Nem mesmo o artigo do Estadão não foi suficente para conter o alvoroço provocado nas redações pela notícia da indicação de Lula. Foi quando entrou o velho guerriro Bornhausen para apagar a fervura. O Bornhausen que há uns 4 anos atrás disse que "esta raça" iria acabar?
Pelo jeito a "raça" é que não só apagou como se alastra por aí feito erva, para desespero dos demos. Até Brizola deixou uma semente, o Brizola Neto. Mr. Bornhausen, acalme-se, pois pelo jeito "esta raça' não vai acabar tão cedo.

Segue texto de Eduardo Guimarães sobre a movimentação ocorrida ontem na imprensa tupiniquim:



Eles têm mais é que aplaudir

Como é patética a direita brasileira, não? Foi questão de minutos, desde o momento em que saiu a notícia de que o presidente Lula encabeça a lista da revista Time das cem pessoas mais influentes do mundo, para que o portal G1 tentasse minimizar o fato com uma versão idiota de que não era bem assim, de que o presidente não tinha sido considerado a pessoa mais influente do mundo, mas, “apenas”, tinha sido colocado no topo de uma lista contendo 25 dos cem nomes.

Detalhe: a lista não foi feita em ordem alfabética.

A versão burra da Globo para “explicar” por que o político que ela não pára de tentar ridicularizar, insultar e acusar mereceu tamanha honraria justamente dos EUA foi a de que, “Segundo o setor de Relações Públicas da revista [Time], a decisão de colocar Lula como ‘número um’ se deu meramente por ‘razões editoriais’. ‘Os editores da revista consideraram que seria mais interessante colocar o texto de Michael Moore sobre Lula como o primeiro, o que não significa que exista um ranqueamento’ ”.

Ora, pode até não existir “ranqueamento” – supondo-se que realmente tenha existido essa declaração do “setor de relações públicas” –, mas isso só torna mais importante os editores da revista Time terem achado que Lula é que deveria encabeçar uma lista que não foi feita em ordem alfabética, pois, assim, a única posição de relevo naquela lista é a de quem foi escolhido para encabeçá-la.

E o mais espantoso foi a matéria ter dito que não foi Lula o escolhido para encabeçar a lista, mas “o texto de Michael Moore”.

Também tentaram desqualificar o fato de o presidente brasileiro ter sido colocado no primeiro lugar da lista da publicação americana insinuando, de forma ainda mais burra, que tal fato se deveu ao texto homenageando Lula ter sido escrito pelo cineasta Michael Moore, tido como esquerdista. Burros. Ele não escolheu nosso presidente, apenas escreveu o texto de homenagem. Quem escolheu Lula foi a revista.

Foi ridículo ver todos os outros portais de internet correrem atrás dessa babaquice do G1 para como que exclamarem “Ufa! Graças a Deus! Pelo menos Lula ‘apenas’ figura entre as 25 pessoas mais influentes em um planeta habitado por 6 bilhões de pessoas”.

Mas, assim mesmo, a direita ficou desesperada. Os cães dos barões da mídia apressaram-se em buscar algum osso para levarem para os donos. O Esgoto da Veja se pôs a insultar Lula e a repercutir a teoria insólita do G1, e o principal blogueiro da Globo tentou fazer piada dizendo que José Serra, inimigo político de Lula, o cumprimentou “primeiro” pela honraria e que Dilma, aliada do presidente, não cumprimentou.

Mas Serra teve que aplaudir Lula. E não foi só ele. Sergio Guerra, presidente do PSDB, também foi obrigado a fazer o mesmo. Só que o verdadeiro sentimento da oposição não era esse e ficou bem expresso nas palavras dos aliados desses dois tucanos que tiveram que se render à dimensão do presidente da República, líder reconhecido e amado por cerca de oitenta por cento de seu povo e pela comunidade internacional.

Segundo a Folha Online, a oposição criticou a revista Time por ter escolhido Lula para encabeçar sua lista das cem personalidades mais influentes do mundo enquanto ficava dizendo para si mesma que a honraria não iria ajudar o presidente a influir ainda mais na própria sucessão do que já influi graças ao apoio esmagador que tem de seu povo e da comunidade internacional.

Para um bagrinho pefelê do clã Bornhausen, por exemplo, a Time teria “ficado louca” porque o presidente “não fez nada para merecer” a homenagem. Provavelmente, deve achar que subornou a revista. Mas não teve jeito. Tiveram que viver para serem obrigados a ficar de pé para aplaudir o estadista Luis Inácio Lula da Silva por ter tirado do chão o país que essa gente afundou.

http://www.edu.guim.blog.uol.com.br/



Atualização - 19h
.


Mas sua filha gosta


.
Por Miguel do Rosário - em seu blog


.
Lula no topo dos lideres mais influentes do mundo repercute no mundo inteiro.
Segue abaixo ótimo texto de Miguel do Rosário, com imagem das capas dos jornais internacionais:

Ao contrário de nossos matutos, a mídia internacional deu grande destaque ao fato do presidente Lula figurar como número 1 da lista dos 25 políticos mais influentes do planeta. Pesquisei no mundo inteiro e verifiquei que foram raríssimos os que fizeram a ressalva sobre a lista não ser um "ranking", e mesmo esses focaram no fato do presidente aparecer em primeiro lugar, no "topo".Dentre os que fizeram ressalva, está o Clarín, jornal conservador que faz oposição à Cristina Kirchnner; ainda assim, optou pela manchete: "Lula, no alto do pódio, entre os mais influentes do mundo". Abaixo, um apanhado de alguns sites que visitei. Para ver melhor, clique sobre a imagem. http://oleododiabo.blogspot.com/2010/04/mas-sua-filha-gosta.html
,



A repercussão da Time na imprensa mundial

Por alex - no blog do Nassif

VIVA A IMPRENSA BRASILEIRA!

Que ontem passou o dia todo no telefone, falando com os editores da TIME para tentar diminuir o tamanho da notícia que apontava Lula como o líder mais influente.

Do Blog Tijolaço:
Vamos ver, porém, como são as notícias na mídia internacional, tema para o qual me chamou a atenção o comentarista Ademar Henrique, que copiou os textos em várias intervenções aqui, anexando os textos.

Vou colocar apenas os títulos e os links no Google News:

Agência France Press:
Lula es la personalidad más influyente del mundo, según Time

Europa Press:
Lula da Silva, líder más influyente del año

http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2010/04/30/a-repercussao-da-times-na-imprensa-mundial/
,
Graeff precisa reagir rápido aos "petralhas" da Time (Rodrigo Vianna)
http://www.rodrigovianna.com.br/outras-palavras/graeff-precisa-reagir-rapido-aos-petralhas-da-time

,,

Lula é o 1º ou não é? Vamos ajudar O Globo

Por Brizola Neto - em seu blog


A notícia da escolha de Lula como o mais influente líder do mundo pela revista Time causou alvoroço no comando das redações da mídia brasileira. Afinal, era a revista que mais admiram escolhendo “o cara” que mais combatem…

Mas não havia jeito, era preciso dar a notícia, não havia meio de escondê-la… A lista da Time está lá na internet, implacável.

Chego a imaginar a cena…Dedos crispados, dentes rangendo, repórteres mobilizados, ligações para o correspondentes…Nada… Publicaram… Lula era o primeiro da lista…Até o Serra, rapidamente, seguiu o script de seu marqueteiro e, para ser mais lulista que o Lula, foi logo enviando felicitações pelo twitter:


“Parabéns ao Presidente Lula, escolhido líder do ano pela revista americana Time. É bom para o Brasil”.

Mas a operação “despeito” continuou. E um subeditor gritou: “conseguimos, conseguimos”! E contou, como está em O Globo que havia falado com “o setor de relações públicas” da revista que teria dito não haver um ranking.

Mas, e daí se não foi escolhido o líder mais influente do mundo e sim um dos líderes mais influentes do mundo, numa lista onde – oh! – nunca entrou FHC.

Segundo O Globo, a decisão de colocar Lula como o “número um” se deu por “razões editoriais”.

Se você for ao site da Time para ver os 100 mais influentes de 2010 escolhidos pela revista, verá que o primeiro perfil que aparece é o de Lula. Se você preferir ir ao link da lista completa dos eleitos, verá que o número um é Lula.

Enfim, a Time escolheu um entre os 25 listados, para abrir a lista. A menos que tenham mudado o alfabeto para começar com “L”, não foi ordem alfabética. Foi a importância editorial que a revista lhe deu.

Mas é fácil resolver o problema. É só O Globo reatar a sociedade que teve com a Time para, durante a ditadura, implantar a TV Globo no Brasil e mandar o Ali Kamel para lá inverter a lista. Aí o senador por Massachussets Scott Brown, que aparece como 25º colocado passa para 1° e Lula, o 1° passa para 25°. E a mídia dá a seguinte manchete: “Time coloca Lula em último na lista dos líderes”.

Viram, que beleza seria?
FONTE: Blog do Brizola Neto
,
Time: por que Dalai Lama é o "mais" e Lula é "um dos

Por Manoel Fernandes Neto/Editor da Novae

A máscara caiu, mais um vez. As redações da mídia corporativa se movimentaram para diminuir o prêmio de lider mais Influente do mundo, concedido pela revista Time ao presidente Lula. Foram tantas as ligações para esta publicação estadunidense, até obterem a declaração de que o Presidente, não era o “mais”, mas “um dos”.

É triste a que ponto pode chegar o preconceito e os objetivos eleitoreiros de um grupo partidário, aliado a famílias donas de jornais e TVs, que pensam dominar a consciência brasileira. Pensam, porque não tardou dezenas de blogs, listas, redes e sites desmascararem a situação.

A NovaE para colaborar, foi atrás da mesma noticia, em 2008, seguindo uma dica. Naquela oportunidade, Dalai Lama foi reconhecido, sem telefonemas para a Time, como o mais influente do mundo, com a benção da mídia corporativa brasileira e dos grupos partidários da canditatura Serra, aliás, que após falsamente registrar o prêmio do Lula, com um “é bom pra o Brasil”, se revelou em um desmentido no Twitter, a provar como pode ser rasa uma personalidade pública:
Enfim, a manipulação vai continuar ocorrendo.
Veja abaixo as notícias do G1, de 2008 e deste ano:

Dalai Lama, em 2008: o mais influente.

Lula, em 2010, “um dos mais influentes”
Fonte: NovaE
,
P.S- Esqueci pedir que você deve reler isto em 2050
Aqui http://josecarloslima79.blogspot.com/
,

Nenhum comentário: